Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

free the make-up

Choose Cruelty-Free!

Choose Cruelty-Free!

14
Out18

O’right | tratar do cabelo de forma orgânica e eco-friendly

 

Já todos ouvimos falar de marcas e produtos green. O mercado enche-se de opções para quem vai, a pouco e pouco, preocupando-se com o impacto ambiental e com a redução da exposição a ingredientes químicos.

 

A O’right inicia, este ano, a comercialização em Portugal dos seus produtos de tratamento capilar e já conta com várias certificações green tal como honras e prémios. É considerada a marca mais green do mundo e até já desenvolveu o primeiro champô que se transforma numa árvore.

 

Vou então explicar o conceito e mostrar-vos um pouco desta marca que em breve vão poder encontrar em farmácias, alguns cabeleireiros e online através do site Loja do Shampoo.

 

 

 

08
Jul18

Let's talk about LUSH!

 

A Lush é uma marca cruelty-free de cosméticos naturais, feitos à mão, 100% vegetarianos e alguns vegan. Foi fundada em 1995 no Reino Unido e desde então tem-se expandido por todo o mundo.

É uma marca com uma grande consciência ambiental. Ainda que a maior parte dos produtos venha em embalagens de plástico, estes são 100% de plástico reciclado e a própria Lush garante uma campanha em que por cada 5 potes ou tampas (depende), devolvidas à loja são oferecidos produtos. Contudo, no sentido de apelar à redução do consumo de plástico, a Lush desenvolve muitos produtos sem embalagem, como é o caso dos champôs ou géis de banho sólidos que dispensam embalagem, e os produtos em barra, como sabonetes, esfoliantes ou desodorizantes.

Em Portugal, podemos comprar produtos da Lush nas próprias lojas - no Amoreiras e no Oeiras Parque - ou na loja on-line no próprio site.

 

Foi em 2016 que entrei pela primeira vez numa loja da Lush, em Itália e logo aí, mesmo sem comprar nada, fiquei rendida. O cheiro da loja, a disposição das coisas, os produtos em bruto, as cores…  É um amor!

A primeira vez que comprei alguma coisa foi este ano (pré-blog). As lojas da Lush em Portugal não ficam muito longe de mim, mas também não ficam perto. Não são sítios por onde “passe”. Pelo que optei por encomendar on-line através do próprio site. Pagam-se sempre portes dependendo do peso (abaixo de 2kg são cerca de 5€) mas as encomendas chegam em 3 dias!

 

Uma das coisas que pensei foi “o cheiro! Não vou sentir aquele cheiro outra vez!” (a loja cheira mesmo bem…) mas enganei-me. A caixa traz o cheiro da loja! Os produtos naturais têm um cheiro tão bom e forte que acaba por “fugir” das embalagens e quando abrimos a caixa vem-nos logo o cheirinho da loja.

 

Mas passemos aos produtos que tenho, que adoro, e que quero muito falar deles:

 

 

 

05
Abr18

The Body Shop | Forever Against Animal Testing e produtos ótimos!

 

 

Hoje falo-vos sobre a The Body Shop, uma loja que para além dos maravilhosos produtos que tem ainda é cruelty-free e defende grandes causas.

Utilizo alguns produtos, não muitos, e recentemente comprei mais uns, que hoje vos mostro e falo.

 

A The Body Shop é uma marca inglesa, fundada em 1976 e dispõe de lojas físicas em Portugal desde 1986.

Desde a sua fundação que a The Body Shop se alia a grandes causas ambientais, sendo uma marca, hoje em dia, muito associada ao ambiente e ao bem-estar animal.

 

Durante muitos anos a empresa detentora da The Body Shop foi a L’Oréal, o que causava alguma controvérsia face à politica não-cruelty-free da L’Oréal, que não ia ao encontro dos valores que a The Body Shop pretende transmitir.

Contudo, em 2017, a The Body Shop foi adquirida pela empresa Natura & Co, uma empresa brasileira também relacionada com cosméticos, cruelty-free, e com igual preocupação ambiental.

 

Uma das mais recentes campanhas, a “Forever Against Animal Testing”, juntamente com a Cruelty-Free International, tem como grande objetivo, através da petição que decorre online e em lojas, recolher 8 milhões de assinaturas e leva-las à ONU, com o propósito de pedir a proibição dos testes em animais para cosméticos no mundo.

 

A The Body Shop dispõe de uma vasta gama de produtos de cosméticos no geral, desde champô e gel de banho, cremes corporais (com as famosas manteigas corporais!), esfoliantes, várias linhas de skincare, desodorizante, produtos para homem, perfumes e maquilhagem.

Basicamente, conseguimos toda uma rotina diária de cosméticos apenas da The Body Shop.

 

 

 

28
Mar18

Inglot | Podemos considerar cruelty-free?

 

Hoje falo-vos de uma marca que tem dividido opiniões neste (ainda) pequeno universo cruelty-free. Provavelmente conhecemo-la ou já passámos por ela.

 

O caso Inglot.

A Inglot é uma marca de maquilhagem e dispõe de lojas físicas em Portugal.

 

A Inglot designa-se como cruelty-free e inclusive temos essa confirmação no site da PETA.

Já falei aqui sobre os critérios e noções de cruelty-free, caso queiram relembrar.

Ora, não testa em animais, não adquire ingredientes testados em animais, não vende na China. Parece-nos bem.

 

Contudo, conta-nos o Cruelty-Free Kitty, que a Inglot, quando questionada acerca da sua política cruelty-free, respondeu de forma dúbia a uma das questões.

 

 

 

25
Mar18

Review | Paleta Morphe x Jaclyn Hill

 

A paleta que usei para os looks até agora no blog, foi a Morphe x Jaclyn Hill, apenas. E para outros looks pré-blog, porque já vem a ser a minha paleta favorita desde que a comprei!

 

Contextualizando um pouco.

A Morphe é, na minha opinião, das melhores marcas de paletas de sombras de olhos. Pela qualidade, pelo preço, pela escolha das cores nas paletas. A Morphe não vende só sombras, tem outros produtos, mas em sombras é sem dúvida a escolha de muitas beauty influencers.

A Jaclyn Hill é das melhores beauty youtubers! Pelo que uma parceria entre ambas, só podia dar boa coisa.

Podem ver aqui o Instagram dela, e aqui o canal do Youtube.

 

A paleta foge um pouco ao preço normal das paletas de 35 cores da Morphe (25€). Esta parceria resulta numa paleta igualmente de 35 sombras, com um custo de 42€. Mas… a Morphe e a Jaclyn elevaram a fasquia da qualidade! Foram precisos dois anos para a criação desta paleta e a espera valeu a pena!

 

 

 

19
Mar18

Novidades, novidades! | Green Me - Kiko Milano

 

Até dia 29 de Março podemos encontrar nas lojas Kiko, e online, a nova coleção de produtos naturais, a Green Me.

Não é bem tudo produtos naturais, mas sim maioritariamente, inclusive o packaging.

 

Temos BB Cream, bronzer, blush, máscara de pestanas, paletas de sombras, lápis de lábios, sobrancelhas e olhos e um face mist hidratante.

Em skincare podemos ver máscaras de argila, esfoliante de corpo, sabão e um bálsamo de lábios.

A Kiko compementa a coleção com acessórios como discos e esponja de limpeza e pincéis.

 

O produtos contam com ingredientes como sais minerais, óleos de algodão, argão, camomila e jojoba, manteigas de karité e manga selvagem, bagas de goji, argila vulcânica de Marrocos, cafeína, azeite, cristais de açúcar, cera de abelha, extrato de rosa e chá de peónia branca.

 

Já tive a oportunidade de ir espreitar, mas… não comprei nada. Não houve assim nada que me despertasse essa vontade, a não ser se calhar o bronzer em pó solto, que me pareceu super leve e o sabão que cheira muuuito bem. (hei de voltar...)

O packaging e a disposição da coleção em loja são fofinhos, mas não gostei muito dos apontamentos em madeira, parece-me um pouco esforço a mais para parecer "natural". Não dá um ar muito clean à coleção.

Mas calhando passar por uma Kiko, ou acedendo ao site, vale a pena dar um olho, claro!

A coleção também nos oferece uma bolsa na compra de dois produtos.

 

O mercado de produtos naturais está cada vez mais em expansão e do qual até sou fã. A coleção terminar no fim do mês faz-me crer que vem um pouco a medo, mas acredito que a revelar adesão a possam trazer de volta, se calhar até definitivamente. Seria uma ótima aposta da Kiko.

 

 

 

xx 

18
Mar18

Sephora | Cruelty-free - O quê, e onde comprar

 

 

Posso já dizer-vos que a marca própria da Sephora não é Cruelty-Free!

Podem ir chorar e depois voltem para ler o resto do post.

 

Bem! É verdade. Este post é sobre a Sephora, mas não Sephora maquilhagem e sim sobre a loja e suas marcas cruelty-free.

A loja tem-se adaptado e muitas marcas de maquilhagem cruelty-free internacionalmente conhecidas entram no nosso mercado através da Sephora exclusivamente, e só temos de agradecer! Felizmente já existe uma boa seleção de boas marcas cruelty-free e vamos falar sobre elas.

 

 

 

 

14
Mar18

Brand Review | Kiko Milano

 

Pois é!

Quando achamos que é complicado, eis que a Kiko Milano é cruelty-free!

 

Esta é a primeira marca sobre a qual vos falo por estar ao alcance de todos, ter praticamente tudo no que toca a maquilhagem, ter várias opções de skincare, ser bastante acessível e por ter produtos de ótima qualidade!

É uma marca italiana que nos chegou a Portugal por volta de 2011 e já conta com 42 lojas físicas e loja online no site.

A gama de produtos é bastante abrangente desde maquilhagem, skincare, vernizes, nailcare, pincéis e acessórios.

 

Já experimentei um pouco de tudo porque sou fã desde o inicio. Acompanhei a renovação da imagem e das fórmulas e mantenho a minha preferência em vários produtos!

 

 

 

sobre



⋯ Mariana
⋯ Cosmetics and make-up
⋯ Self-taught
⋯ Cruelty-Free since 2016

⋯ all ilustrations by me ⋯

contactos ⋯ seguir

arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D